sábado, 9 de outubro de 2010

O pouco

A cada vez o pouco que me faz feliz em certa forma,
se torna apático. Nunca entendo o motivo, apenas se é, existe de alguma forma.
Por mais que o certo seja seguir, pular... apenas não faço.

A tensão pra desistir é maior e mais fácil, então apenas desisto.
Depois se torna tão simples o motivo, mas já cansei de apenas não seguir,
e o motivo não é maior, mas mata a vontade! Também deixa a vontade
de ter continuado, depois esta vontade passa, e fica apenas o ter continuado,
se torna uma necessidade maior.

Mesmo com vontade de continuar, não entendo os motivos de simplesmente desistir
daquilo que me faz feliz.
..