domingo, 12 de junho de 2011

Feliz dia dos namorados ( crônica de um solteiro observador )

Em comemoração ao dia dos namorados, embora eu seja solteiro, vou postar algo que achei interessante estes dias.

Avistei uma menina muito simples. como qualquer menina sem muitos atributos destacáveis para a maioria das coisas que costuma chamar a atenção. Quando ela passou a roleta do ônibus, ela sorriu para um rapaz que estava a acompanhando, mas foi um sorriso discreto, mas pareceu tão sincero e feliz que passei a observar os dois a partir daquele instante. Calmamente ela veio caminhando até a ultima cadeira livre do ônibus, que por acaso era de frente à minha.

Eu estava sentado nas cadeiras do fundo dividindo o fone de ouvido com meu primo, estavamos voltando de uma viagem que foi muito cansativa, eu realmente não repararia em nada que não fosse tão acotidiano como aquele evento.

A menina sentada no banco, ao lado do corredor segurou a mochila do rapaz e este , em pé , a beijou a cabeça e a fez recostar a cabeça na barriga dele. A partir deste momento apenas os observando percebia-se que existia uma sintonia entre os dois, diferente de muitas que a gente vê por todos os lugares. O rapaz envolvia a cabeça da menina com os braços por tras da nuca dela enquanto se equilibrava esforçadamente com a outra mão. Enquanto ele mantinha as mãos ali, não parou por um minuto de acariciar o rosto da menina e todo o contorno que continha. Era visível que os dois fecharam os olhos e deveriam estar tão apaixonados que criavam um próprio mundo, mesmo estando dentro do ônibus com suas curvas rápidas. Acho que observando esta cena tive uma pequena impressão do que seria amor.

Os dois poderiam ter historias distintas, parecidas, tristes, explendorosas ou qualquer outra. Apenas importava aquele momento que eu via.

Meu primo também observava a mesma cena então eu disse que achava " maneiro" ver aquilo. Também disse que as mulheres se acostumavam com pouco. Ele não entendeu e achou que eu me refiria ao rapaz, que não tinha tão boa aparência assim.  E achou tambem que eu me referia ao rapaz como pouco.

Isso mostra como pontos de vista são coisas realmente diferentes, enfim , depois eu expliquei o que eu havia falado.

Acho que o jeito que o rapaz tratava a menina não era o "pouco" e sim o que deveria ser o suficiente para qualquer menina. A verdade é que ele fazia era o muito, o fato de dizer que as mulheres se acostumam com pouco e não entender como ums mulher pode não exigir aquele minimo que a mesma menina recebia, ou estar com alguem que realmente demonstre respeito, e carinho o suficiente para ela conseguir se desligar por minimos instantes.

Eu reparei tanto, pq as atitudes do rapaz são exatamente as atitudes que eu procuro ter e não acho que sou mais certo ou mais errado, acho que esse é apenas o mínimo jeito de se tratar uma mulher. Como disse um amigo, eu me vi no lugar do mesmo rapaz, fazendo a mesma coisa.

Feliz dia dos namorados! para quem sabe valorizar a vida em si e os sentimentos que a compreendem, e os outros dias são dos solteiros, que sejam felizes em encontrar alguem que possam oferecer e receber este "minimo"!

Um comentário:

  1. Adoreeei,vc escreve muito bem, podia virar escritor rsrs.Vou entrar direto agora ja virei fã.

    ResponderExcluir

..