domingo, 23 de maio de 2010

...

E então a cada segundo, a mesma angústia que apertava a sua voz,
era nada mais que saudades de algo que nem sequer sentiu,
mas que foi intenso o suficiente para o deixar desacordado,
e não entender qual era sua realidade, pois se fosse por justiça
a outra realidade, a qual se demorou para perceber entre as lágrimas,
era a falsa. Mas naqueles instantes falsos, se contiveram alegrias de
uma vida inteira.

Pq não poderia ser mais justo e simplesmente não existir aqui?

Os sorrisos brancos são muito luminescentes, e os olhos chegam arder com aquele brilho.
O sorriso que não se ganhou, cortou mais que o vento frio que soprava daquela rua escura.
Mas esta é a realidade onde se vive, entre os sorrisos que nunca são de verdade os meus.

Um comentário:

  1. https://fbcdn-sphotos-f-a.akamaihd.net/hphotos-ak-prn2/1474421_560812950651402_858235656_n.jpg

    ResponderExcluir

..