domingo, 24 de janeiro de 2010

insen*



Apenas hoje não consigo entender os motivos da vida, que vivo, que vivi, os motivos pelo qual faz cada susurro, respiro ter sentido.

esta abstinência de sentimentos, antes deveria me corroer, enforcar..
mas apenas se torna fatídico, ao mesmo tempo, isto me traz um sentimento estranho,
é como se algo me dissesse que eu nao preciso.

sentir, mas sim me preocupar em agir, talvez isso explicaria o vazio?
acho que isso não resolve nada, a verdade e que eu me sinto muito diferente do que sempre senti antes, não vejo mais cor, as sombras se tornaram tão amigáveis ultimamente.

as pessoas que estão em volta de mim, são como pontos individuais, e com linhas paralelas, e fixas ao chão, se resume a pontos fixos e imóveis, também não entendo.
eu não consigo ver através de uma face, ou então mesmo, uma face não me diz tanta coisa.

talvez nao deva me preocupar tanto , afinal todo mundo passa por fases de insensibilidades

no entanto o mesmo sentimento de incompreensão é o que me traz um sentimento pacifico!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

..