quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

the tie for man

Bom realmente acho admirável, quando se coloca um simples adereço que nos passa uma imagem de uma certa superioridade, talvez, elegância, dependendo do estilo...mas de qualquer forma se torna um charme peculiar para o homem! sim a gravata! como resolvi, do nada, usar uma e aprender a fazer alguns nós..usei o melhor conhecimento, a internet publica...ou melhor dizendo akele site mesmo, que se acha TUDO... mas deixemos isso para outro post! bom pesquisando descobri que existem mais de 8o tipos diferentes de nós, mas nem quero fazer tudo isso, apenas o básico para ser elegante, sem deixar de ser surpreendente... não faço nenhum tutorial, apenas posto minha experiencia adquirida em alguns minutos navegando pela net... nota*: descobri que meu avô é quase expert nisso; que a numeração de camisas dele é igual a minha; é algumas camisas ficam melhor nele; algumas muito bem em mim... e estas que eu quero me aprofundar... é mas o assunto são as "tie"... ele tem gravatas simples mas muito elegantes, a ponto de eu ter ido à sua casa para falarmos disto... 1 passo: bom senso. Bom a gravata é logicamente um acessório para ser usado com traje social, claro no mundo de hoje se diz que tudo diferente é considerado moderno e de estilo próprio, principalmente se você for ator da globo! mas como isto não vêm ao caso, deixemos as particularidades. Use apenas o bom senso. 2 passo: combinação. Gravatas não são como anagramas lógicos, que possuem infinitas combinações, mesmo que sua imaginação seja assim! Pode ser usado gravatas diferentes, depende da ocasião, sua personalidade, e vários fatores, só cuidado para nao errar a ocasião e a personalidade da pessoa, não é nada legal se você for no casamento do seu chefe com akela gravata do mickey, a não ser que seu chefe seja seu melhor amigo, e você ainda pretende jogá-lo na piscina depois da festa! Mas a gravata nao precisa necessáriamente combinar com as cores da roupa, no mais simples, combine com a cor do terno e faça meio-tom com a camisa. Perfecto! 3 passo: comprimento da gravata. Quando estiver de pé, a ponta da gravata, a parte maior, tem de tocar a fivela ou cobrir até sua metade. Acredite nisso não é muito legal inovar muita coisa. Mas somos um país livre! (parte engraçada do post). 4 passo: existe tamanho para o colarinho da camisa Note que a camisa tem de estar com o primeiro botão fechado, e tem de estar confortável, a camisa é ideal para seu tamanho, quando os ombros da camisa, aquela parte onde começa a manga, tangência seus ombros também. Bom também é fazer a barba, se a intenção é mostrar a gravata. A não ser que queira passar uma imagem de shreck arrumado. 5 passo: dependendo da gravata. As melhores tem sua composição 100% seda, mas temos muitas variações e preços também, compatível com seu bolso. Fiz uma busca em um centro comercial, achei variáncias de R$ 16,00 não tão ruins, e que chegam a bem mais de R$ 60,00, mas a média de uma gravata boa e bonita ficou entre seus R$ 22,00. Não precisa muito mais que isto para estar bem na fita, ou no nó. As mais comuns e que ficam bem em quase qualquer um, são as lisas, ou as de listras, geralmente diagonais...tem com bolinhas, quadradinhos, e muitas formas imagináveis, vc pode usar seu estilo mesmo com um modelo simples, mas a dica de outros informantes, quanto menor o padrão ( o tamanho do desenho que se repete) melhor. 6 passo: esqueça as facilidades. As gravatas que têm ziper e vêm com nó pronto, realmente são uma facilidade, mas para que se preocupar com nós, se temos a internet, aprendi a fazer nó por busca no Google, e sites de moda, não sou expert, mas se eu fiz, acredite..você também pode! elas estragam muito fácil e nem sempre ficam muito elegantes, lembre-se ... o comprimento certo! 7 passo: por último a gravata. Depois de você ter vestido todo seu arsenal, claro exceto o terno, você coloca a gravata, e faz o nó (ver desenhos abaixo dos tópicos), ajusta. Ótimo meu kro, agora está tudo certo. 8 extra: Vi que em alguns lugares dizem que o prendedor é algo meio antiquado, mas na visita ao armário do meu avô me deparei com um objeto que reluzia a ponto de ofuscar qualquer idéia de atualidade, envolvia a gravata com um afeto tão grande e quase orgasmático, que achei melhor não separa-los. Bom eu gostei e achei elegante, vai de cada um, na duvida, você quem vai usar, então decida! Mas para o caso de aceitação. Use-o cerca de 20cm acima da ponta da gravata, ele deve prender as duas partes da gravata à camisa. 9 final: para finalizar. Bom visto tudo isso, podemos perceber que temos algumas dicas, mas que não são dogmas, então a vontade para discordar de tudo. Foi só para nao ficar com apenas 8 tópicos Iniciemos agora.. Nota: a gravata tem uma coisa muito interessante, uma marcação quase em seu meio, facilitou muito depois que supus que se coloca no pescoço entre as marcações! 1 nó simples duplo: ideal para homens de menor estatura, gravatas finas também tem bom caimento para este nó. 2 Nó inglês: nó do meu avó Curiosamente este nó se diz ter uma dificuldade muito grande de ser feito, eu consegui desfaze-lo e refiz com facilidade é só observar bem os detalhes, ideal para gravatas finas. É bem charmoso. 3 nó francês: ideal para gravatas finas e de seda, por serem mais leves.Parece bem simples, talvez seja. 4 nó pequeno: É bem facil e para gravatas bem espessas. 5 nó cruzado: O mais complicado de ser realizado, mas é muito elegante. Nada como uns bons treinos. Já acho estes suficientes, ainda nao os testeis..ou eu escrevo ou faço o nó! hehe bom agora já digo que testei todos, foram fáceis de fazer, é so ter concentração para passar as pontas e praticar um pouco, o melhor é que mesmo pesquisando outros modelos, eu decidi usar o nó que meu avô também usa, é gosto pode ser ereditário! (rs) abç e trazendo um pouco de cultura para o blog!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

..